domingo, 13 de julho de 2008

I ENCONTRO A DISTÂNCIA - Reflexão do texto Objetos Virtuais de Aprendizagem: ação, criação e conhecimento (Walter Spinelli) Turma 14

De acordo com Walter Spinelli, um objeto virtual de aprendizagem pode se constituir numa situação favorável para o aluno chegar ao cume da pirâmide informacional, criada por Machado. Tendo em vista os argumentos de Spinelli para esta afirmação, reflita sobre outras situações de aprendizagem que você vivenciou que tenham proporcionado efeito semelhante. Compartilhe suas reflexões com o seu grupo, aqui no blog.

18 comentários:

Flávia Rêgo disse...

O autor Walter Spinelli utiliza o termo: situações de aprendizagem para identificar os meios utilizados para um melhor entendimento da aula. Essas situações de aprendizagem, que não são métodos da escola tradicional, oferecem mais possibilidades de ligar os assuntos estudados ao dia-dia dos alunos, ou seja, a sua realidade vivencial. O aluno hoje tem chegado à escola com um leque de informações variadas que muitas vezes são desconhecidas por parte dos professores, salientando que não há uma filtragem crítica por parte dos alunos nessas informações. Por isso a necessidade em se trabalhar as situações de aprendizagem infiltradas nesse contexto: das informações trazidas e aprendidas fora da escola.
Segundo Machado, o aluno tem acesso ao mundo das informações, pela internet, por exemplo, porém isso não garante que ele consiga compreender e prosseguir sem que haja a intervenção do professor. É necessário esse auxílio para que o aluno atinja ao último patamar que é o da inteligência.
Um outro ponto importante enfocado no texto é o da necessidade de ao estudar um assunto qualquer do currículo, fazer-se necessário o uso da interdisciplinaridade, da contextualidade e da utilização de objetos virtuais de aprendizagem como o computador, por exemplo. Um assunto trabalhado em sala deve ser analisado no ontem e no hoje, abranger várias disciplinas na discussão além da opção de utilizar o computador desde que este seja usado como objeto virtual de aprendizagem estimulando paralelamente a imaginação e a criatividade.Flaviasrego@hotmail.com

Luiz Lopes disse...

Os argumentos de Spinelli nos faz refletir sobre as possibilidades e os desafios que os objetos virtuais de aprendizagem oferecem para as ações dos educadores.Compreendo que contribui para o debate em torno da utilização das novas tecnologias de informação, em especial a internet e o meio eletrônico virtual.Abre-se também uma discussão sobre os efeitos do meio eletrônico nos modos de pensar, interagir e se comunicar.

Anônimo disse...

De acordo com Spinelli, nossos alunos estão com uma bagagem de informação superior a outros tempos, embora maior parte dessas informações não tenham um embasamento cienítifico confiável, isso não garante uma aprendisagem sólida. sendo assim, a internet é uma ferramenta bastante útil para o aluno, mas é preciso refletir a forma como a mesma está sendo utilizada por eles, uma vez que nem todas as informações contidas nos sites são confiáveis.

maria antonia disse...

De acordo com Spinelli, nossos alunos estão com uma bagagem de informação superior a outros tempos, embora maior parte dessas informações não tenham um embasamento cienítifico confiável, isso não garante uma aprendisagem sólida. sendo assim, a internet é uma ferramenta bastante útil para o aluno, mas é preciso refletir a forma como a mesma está sendo utilizada por eles, uma vez que nem todas as informações contidas nos sites são confiáveis.

Anônimo disse...

OBS: essaprimeira publicação anonima é minha, o texto se repete em seguida com omeu nome.desculpem o erro de postagem,

obrigada.

Anônimo disse...

A vivência do nosso aluno com novas tecnologias faz com que nós, professores, tenhamos a necessidade de nos capacitar todos os dias.O texto nos mostra as várias formas de como desenvolver novos meios metodológicos para chamar a atenção dos alunos.Faço um paralelo com Spinelli onde procuro diversificar minhas aulas no laboratório de informática indicando sites úteis para os meus alunos.O mundo virtual estar ao nosso inteiro dispor,basta ter criatividade e explorá-la.

Joao Neto disse...

De acordo com o texto o professor precisa saber teorizar suas práticas na qual permite perceber melhor o efeito inovador e direcionar melhor a teoria para prática.
O professor nao concebe o conhecimento como algo definitivo, pronto, acabado, mas, é aquele que concebe algo dinâmico,possível de construçoes e reconstruçoes.Por isso, ele mesmo, professor, constroí-se a si como um ser reflexivo, capaz de pensar criticamente a sua prática e encaminhá-la dentro de uma perspectiva dinâmica onde o processo tem um lugar de destaque.
Portanto, tem conhecimentos sistematizados e os oferece como alimentos necessários e integrantes do processo.Contudo, o estudante também tem seus conhecimentos, a sua forma de conceber e aprender as coisas.
Nós professores devemos estimular os alunos na leitura e interpretaçao de dados, recolhidos das mais variadas formas e em seguida analisá-los ,organizá-los, relacioná-los e criticá-los, isso pelo fato de que os alunos têm acesso livre a informaçoes das mais diversas fontes e qualidades,possibilitando que construam seus saberes próprio, integrando conteúdos formando determinado conceito na medidade em que se amplia a compreensao de seus significados.
Portanto consideramos que a atividade educacional e pedagógica, tanto do professor quanto da instituiçao escolar como um todo, deve ter como meta alcançar o patamar superior da pirâmide informacional.

Conceição Fabrício disse...

O texto mostra a necessidade de um planejamento detalhado das ações desenvolvidas pelo professor nas várias disciplinas incluindo a informática como subsídio visando a melhoria da aprendizagem.
Dado o desenvolvimento e a importância da utilização dos recursos tecnológicos como objeto virtual de aprendizagem o aluno deve usar esses equipamentos na construção de conceitos baseados na escolha de contextos significativos para desenvolvimento de blocos de conteúdos.

Lamarck disse...

São fatos as intenções de professores buscarem atividades que facilitem a aprendizagem de nossos alunos, procurando sempre trazer novos conhecimentos que os ajudem no seu dia-a-dia. Com o avanço constante da tecnologia mundial surgiu um grande desafio também para alunos e principalmente para os professores, através da rede mundial de computadores.
O reflexo disto em nossas escolas são professores despreparados, onde muitos deles desconhecem o uso da informática na escola e são obrigados a lidarem com um alunado onde na sua maioria, mesmo que despreparado, ou seja, com informações distorcidas, veêmm a escola não oferecer respostas sobre de tecnologias.

Lamaison(klamaison@hotmail.com) disse...

Dois estudos feitos a partir de resultados do Saeb (Sistema de Avaliação de Educação básica) publicado no jornal a “Folha de São Paulo” em 2007, revela que o uso de computadores nas escolas não melhorou o desempenho dos alunos em português e matemática. Um dos fatores apontado pelo pesquisador, o economista Naercio Mendes Filho, é a forma como esses equipamentos são utilizados pelos alunos – “Talvez esteja faltando em muitas escolas um professor que oriente o aluno a usar o computador, enquanto em casa essa tarefa esteja sendo feita pelos pais”.
Diante deste contexto podemos observar que melhorar a qualidade do ensino Público neste país não é apenas informatizar nossas escolas implantando laboratórios de informática para o uso pedagógico. Nós professores vivenciamos na nossa prática docente a necessidade do uso de novas tecnologias, para buscar levar ao nosso aluno uma melhor compreensão dos conceitos apresentados pelos conteúdos propostos em sala. É nítida a pressão psicológica que nossos alunos vêm sofrendo com uma gama de informação vinculada em vários meios de comunicação tais como: a televisão e a internet. A internet é vista como objeto virtual de aprendizagem possibilitando ao aluno a interação de conhecimentos produzidos na sua escola e sendo compartilhada para todo o planeta, através da rede mundial de computadores.
Porém, o grande desafio de nós professores neste momento de inclusão digital na escola é saber como trabalhar esses recursos tecnológicos. Como usar o computador na sala de aula (vale salientar que muitos professores não dispõem de um computador em casa e também desconhecem o seu uso)? Como processar os dados colhidos pelos alunos da internet? Como estimular os alunos a usarem o laboratório fora do horário escolar para fazer atividades importantes? Portanto, “o uso inteligente de instrumentos de tecnologia, como a produção de objetos virtuais de aprendizagem, entretanto, amplia o campo de possibilidades para o desenvolvimento criativo dos estudantes”.

ney alecxandro (neyalec@yahoo.com.br) disse...

OBJETOS VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM (O.V.A)
O autor de início nos leva as questões que vão do apanhar dos dados à construção e realização de projetos. Chegando então à aplicabilidade dos O.V.A como mecanismos de auxílio na aprendizagem, mostrando-o como sujeito que deve se fazer presente no auxílio da desenvoltura da criatividade do estudante.

Hermes Aires disse...

O texto de Walter Spinelli proporciona uma maior reflexão sobre a necessidade, a importância
e o uso dos objetos virtuais - computador e internet no processo ensino-aprendizagem no mundo moderno. Situação que nos faz pensar sobre os desafios e as possibilidades que esses objetos contribuirão para a aquisição de conhecimento eficiente e eficaz.Diante disso, é necessário refletir a ação docente no uso e utilização das novas e avançadas tecnologias de informação, especificamenteo da internet.Também, discute-se sobre os efeitos causados pelo meio eletrônico na forma de pensar, interagir e se comunicar. Logo, é necessário que se faça uso desses instrumentos de aprendizagem por que a escola não estar isolada dos problemas sociais em geral, sendo esta, um submundo do mundo.

Juacylene disse...

O texto de Walter Spinelli faz uma abordagem ampla do processo de aprendizagem, em que os objetos virtuais são ferramentas facilitadoras na construção do conhecimento, onde professores e pedagogos podem utilizar esse dispositivo para atingir o cume da Pirâmide Informacional, constituído por dados, informações, conhecimento e inteligência, numa metodologia que proporcione o desenvolvimento cognitivo do aluno, melhorando assim sua capacidade de aprendizagem, reflexão e senso crítico.
Desde modo as atividades pedagógicas devem ser trabalhadas pelos docentes com um olhar reflexivo utilizando os objetos virtuais como elementos inovadores, em que aluno/professor possam interagir numa metodologia onde todos os recursos envolvidos na construção do saber possam ser contemplados (dados, informações, análise, relação, armazenamento, avaliação, reflexão e crítica) com o intuito maior de proporcionar nova forma de aprender, em que a criatividade possa ser estimulada numa perspectiva de renovação do processo educacional.

Jonas Terceiro disse...

O texto de Valter, nos leva a repensar sobre nossa prática pedagógica, mostrando a importância das tecnologias no ensino aprendizagem, mostrando a sua importância como ferramenta de conhecimento.

Geraldo Moisés de Andrade disse...

COMENTÁRIO
OS OBJETOS VIRTUAIS DE APRENDIZAGENS

A Pirâmide Informacional de Machado é formada por Dados, Informação, Conhecimento e Inteligência.
Sendo que o nível mais baixo é o mais simples e conforme o nível aumenta mais significado e agregação de valor é adicionado.
Abordando rapidamente, dados são desprovidos de significado, informação são dados contextualizados, conhecimento é o meio para realizar um projeto. Por último, a inteligência, é a capacidade de resolver problemas, descobrir valores, inventar projetos e mantê-los.
Objeto Virtual de Aprendizagens pode ser definido como qualquer entidade, digital ou não digital, que possa ser utilizada, reutilizada ou referenciada durante o aprendizado por recursos tecnológicos, especialmente computadores e Internet.A Principal característica destes objetos é a sua reusabilidade, de forma que os objetos possas ser armazenados para consulta ou exibição futura, em repositório, onde podem ser facilmente localizados.
Neste novo tempo de educação, o computador representa uma poderosa ferramenta para, auxiliar o aluno na construção do saber, de uma forma prazerosa. É essa inserção do aluno na sociedade tecnológica o compromisso do educador.
Nesta sociedade de tecnológica e informacional, as tecnologias interativas aplicadas na educação permitem ampliar a pluralidade de abordagens, atender a diferentes estilos de aprendizagens e, desta forma, favorecer a aquisição de conhecimento, competências e habilidades.
Em fim, através dos Objetos Virtuais de Aprendizagens os nossos alunos podem chegar ao topo da Pirâmide Informacional.

Uiraúna PB, 17/ 07/ 2008
Geraldo Moisés de Andrade

ljjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj disse...

llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll

Ana Maria. disse...

OS OBJETIVOS VIRTUAIS DE APRENDIZAGEM:AÇÃO, CRIAÇÃO E CONHECIMENTO.

O texto de Spinelli mostra que os educadores devem se preocupar não só com a questão de como seus conteúdos didáticos devem ser transmitidos para os estudantes, nem tão pouco com a quantidade dessas informações transmitidas, mas, também como isso será assimilado pelos alunos, até por que no mundo de hoje fontes de informações é o que não faltam, jornais, revistas, TV digital e computadores com a mais avançada tecnologia, mas, o que irá fazer a diferença é a forma com que esses estudantes irão processar essas informações e se isso irá gerar algum conhecimento.

Encontramos no texto de Spinelli alguns trechos do livro de Machado onde o mesmo relaciona a aprendizagem dos estudantes com uma pirâmide,onde ele mostra que os alunos teriam que passar por três obstáculos até chegar ao topo que diz ser o elemento fundamental ou seja a inteligência a qual nos dá a capacidade de projetar,de termos uma idéia e saber lapidá-la até transformá-la em algo concreto como o conhecimento. Enfim, o texto em si, mostra que os educadores devem cumprir a meta de alcançar o patamar superior da pirâmide informacional estimulando os alunos a não só encarar,por exemplo uma leitura como uma obrigação de identificar os códigos ali escritos mas, também absorvê-los para seu próprio saber, identificar informações no intuito de articular e lapidar as mesmas para conhecê-las melhor e guardá-las no topo da pirâmide informacional.


18/07/2008

Ana Maria..

Anônimo disse...

After getting more than 10000 visitors/day to my website I thought your rivednaescola3.blogspot.com website also need unstoppable flow of traffic...

Use this BRAND NEW software and get all the traffic for your website you will ever need ...

= = > > http://get-massive-autopilot-traffic.com

In testing phase it generated 867,981 visitors and $540,340.

Then another $86,299.13 in 90 days to be exact. That's $958.88 a
day!!

And all it took was 10 minutes to set up and run.

But how does it work??

You just configure the system, click the mouse button a few
times, activate the software, copy and paste a few links and
you're done!!

Click the link BELOW as you're about to witness a software that
could be a MAJOR turning point to your success.

= = > > http://get-massive-autopilot-traffic.com