domingo, 17 de agosto de 2008

SEQÜÊNCIA DE ENSINO

Meninos e meninas!
Após a seleção de um objeto de aprendizagem dentro da sua proposta na escola, vocês elaboraram, individualmente, uma seqüência de ensino. Por favor, postem-na neste local. Não se esqueçam de que ela deve conter: tema, público-alvo, objetivos, recursos, metodologia/estratégias e avaliação.Ah, outra coisa: preparem-se para a apresentação desta seqüência no quinto encontro presencial
Beijos,
Socorro e Regina

33 comentários:

TURMA 08: JOÃO BATISTA disse...

OBJETIVOS:

- Mostrar ao aluno como é possível a partir de exemplos práticos, calcularmos a aceleração escalar e a velocidade final de um objeto móvel em MRUV;

- Mostrar que os exemplos de objetos obedecendo aos princípios do MRUV são mais presentes em nossas vidas do que possamos imaginar.

CONTEÚDO:

- Movimento Retilíneo uniformemente Variado(MRUV)

HADILIDADES:

- Tornar o aluno hábil a observar quais são os fenômenos Físicos que Ele é capaz de encontrar diáriamente.

- Capacitar o aluno a construir Tabelas e Gráficos a partir de medidas experimentais que serão realizadas em sala de aula ou laboratório.

COMPETÊNCIA:

- Fazer com que o aluno torne-se capaz de saber como os vários conceitos Físicos de MRUV estão presentes em nosso cotidiano.

METODOLOGIA DE TRABALHO:

- Aula Expositiva com o uso de apostilas;

- Um plano Inclinado

- Uma fita Métrica;

- Um cronômetro;

- Uma bola de Ferro.

CRITÉRIOS AVALIATIVOS

- Participação na aula expositiva;

- Participação no desenvolvimento do experimento;

- Trabalho em equipe.

- Teste realizado em sala.

Diógenes disse...

DISCIPLINA: Química
TEMA: Estudo dos gases
PÚBLICO-ALVO: 2º período, EJA ensino médio.
OBJETIVOS: # Caracterizar o estado gasoso e considerar suas grandezas fundamentais: volume, pressão e temperatura; # Perceber a influência da pressão e da temperatura no volume de um gás; # Identificar as unidades utilizadas para expressar volume, pressão e temperatura de um gás.
METODOLOGIA: * Aulas expositivas com o auxílio da lousa; * Debates sobre os questionamentos dos conteúdos abordados no livro fazendo relações com o que ocorre em nosso cotidiano; * Reprodução de um DVD relatando sobre aquecimento global.
AVALIAÇÃO: Os alunos interagiram de forma empolgante em relação aos conteúdos estudados e as relações que foram feitas com o nosso dia-a-dia.

Anônimo disse...

UNIDADE CURRICULAR QUÍMICA

TEMA: Reações Químicas

PÚBLICO ALVO:Aluns do 2° ano

OBJETIVO: Fazer com que os alunos percebam a natureza ácida e básica dos materiais.

RECURSOS: Alimentos (frutas), produtyos de limpeza, medicamento e vidraria do laboratório.

METODOLOGIA: Aula expositiva sobre ácido e base. Experiências utilizando produtos de limpeza, medicamentos e frutas. Relatar as descobertas durante a experiência e conhecimentos adquiridos.

ESTRATÉGIAS: Motivar os alunos para participação e interação na experiência e conseqüentemente um aprenzidado significtivo.

AVALIAÇÃO: Será processual e contínuo, considrando a evolução da experiência e as descobertas realizadas pelos alunos.

RITA DE JESUS - CARNAUBAIS/RN
E.E. ALCIDES WANDERLEY

Jorge, Pessoa Neto disse...

TEMA: Espelhos Plano
PUBLICO - ALVO: estudantes do 1° ano do ensino médio.
. OBJETIVOS: Mostrar as propriedades geométricas da luz nos espelhos planos, as caracteristicas da imagem formada.
. RECURSOS: espelhos planos e vidos escuros.
. METODOLOGIA: No laboratório pedir a turma para associar espelhos de diferentes maneiras e solicitar uma descrição da(s) imagem(ns) formada. Fazer um labirinto e solicitar que o preencham aalhando para o espelho.Escrever o seu nome e ver como ele aparece no espelho.Madar que construam u m periscópio e uma Câmara escura.
. AVALIAÇÃO: Será feita por meio da presença é interação do estudante com os espelhos.

Nerônica Alves disse...

ATIVIDADE: SEQUENCIA DE ENSINO

TITULO: LOCALIZANDO NO PLANO.
TEMA: Plano cartesiano
PUBLICO-ALVO: 3ª serie do ensino médio.
OBJETIVOS:
- Trabalhar as dificuldades ainda existentes a cerca da localização e representação das coordenadas cartesianas.
- Promover a leitura, interpretação e reflexão de informações, fazendo uso de linguagem própria para movimentação no plano.
TEMPO DE EXECUÇAO: 2 horas aula.
RECURSOS:
- Lápis e caderno pra anotações;
- laboratório de informática.
- Aplicativos de simulações em Flash player.
METODOLOGIA:
- Em sala de aula: lembrar do conteúdo visto, destacando a necessidade de se localizar em diversos ambientes, e que diretrizes são usadas: Recordação dos termos técnicos, e aplicação do tema em outras áreas da ciência. Expor como serão avaliados.
- NA SALA DE INFORMATICA: promover o contato dos alunos com o AO escolhido em duplas e/ou trios: orientar para que seja feita a leitura e reflexão das instruções, e criação de estratégias de movimento.
- DURANTE: fazer pequenas intervenções, quando e se necessário.
- DEPOIS: Produzir uma situação-problema, descrevendo um pequeno roteiro para movimentação de um ponto definido no plano, através de pequenas charadas ou dicas que forneçam as coordenadas para a chegada no destino. Cada grupo elabora o seu e o outro grupo que tenta resolver:
- Reflexão partilhada de como foi feito o percurso, que dificuldades e estratégias; a qualidade do objeto, e a estratégia da aula quanto aos objetivos.
AVALIAÇÃO: foi criado um quadro de pontuação (regular, bom, ótimo), levando em conta:
- Interesse em trabalhar o OB escolhido (observar a dispersão, se o aluno divaga durante a atividade fazendo outras coisas no computador).
- Participação na discussão geral, através de posicionamentos, questionamentos e sugestões.
- A atividade escrita proposta, quanto à elaboração e resolução.

Edson turma 08 disse...

Plano de aula
tema
Estrutura atômica
Publico alvo
Alunos do primeiro ano ensino médio.
Objetivos

- Reconhecer o importante papel da tecnologia para a realização de experimentos científicos.

- Reconhecer a necessidade do uso de modelos para explicar algumas evidências experimentais;

- Perceber que a ciência é dinâmica. Novos fatos, novos experimentos e novas tecnologias permitem, a cada dia, confirmar ou contestar leis e teorias;
Recursos

Quadro, lápis, sala de computação, laboratório de química, livro didático, cartazes e etc.



Metodologia

- Através de aulas expositivas.
- Experimentos.
- E discussão em grupo sobre o conteúdo.


Avaliação

- comportamento e interesse durante as atividades.
- questionamentos apresentados na atividade.
- Responder questões da animação.

Antonio Fernandes. disse...

Tema: Poluição atmosférica


Público alvo: 1ª série do ensino médio


Conteúdos trabalhados: Gases atmosféricos, lei dos gases, equação dos gases, poluentes atmosféricos.

Objetivo geral: Entender o comportamento dos gases submetidos a diferentes
situações de pressão, volume e temperatura, bem como ainda, medidas tomadas pelo homem para amenizar a poluição atmosférica.


Objetivos específicos: *Reconhecer a importância dos gases atmosférico, * Reconhecer a importância de uma atmosfera limpa, *Saber aplicar a lei dos gases mediante situações problemas, * Relacionar idéias e procedimentos na solução de situações problemas, * Reconhecer o efeito dos gases poluentes na atmosfera e os problemas gerados.


Procedimentos metodológicos: Dentre os principais que visem oportunizar uma aprendizagem dirigida, podemos destacar:
• Aula expositiva;
• Pesquisas em revistas, jornais escritos, internet;
• Uso do laboratório de informática.


Procedimentos avaliativos: Visando uma análise da eficácia do processo podemos citar:
• Questionamento oral;
• Questionamento escrito;
• Simulação e interpretação de situações problemas.


Tempo estimado: 04 aulas de 50 minutos.

Prof. Antonio Fernandes.

Francisco Ocelino disse...

Tema: Os mistérios da chuva ácida
Público alvo: 1ª série do ensino médio
Conteúdos trabalhados: ácido, bases, óxidos e poluição atmosférica.
Introdução

A utilização das ferramentas da Química na interpretação do mundo é importante que seja
apresentado e explicado com dinamismo. Assim, o conhecimento químico não deve ser
independente, como gavetas que se abrem e fecham conforme o conteúdo é dado, mas sim
uma construção de uma plataforma estruturada da mente humana em contínua mudança.
Essa atividade simula o ciclo da água e da chuva ácida, e suas principais reações e algumas
das suas conseqüências para o homem e o meio ambiente. A chuva ácida é muito comum e
traz uma grande preocupação ambiental, pois com o grande aumento de automóveis,
indústrias, usinas, etc. houve uma elevada emissão de gases poluidores, afetando todo ciclo
da água e seus diversos fenômenos naturais. Alguns dos exemplos seria alteração do pH da
água, a acidez do solo, destruição de grandes plantações e florestas, a degradação de
monumentos históricos de mármore e pedra sabão, corrosão das estruturas metálicas, etc.
A finalidade desta atividade é fazer com que o aluno tenha uma visão mais específica das
transformações químicas que ocorrem lentamente no seu cotidiano, contribuindo para uma
visão crítica do mundo que o cerca.
Antes de iniciar a atividade no computador, é importante e desejável que o professor aborde
aspectos gerais sobre a chuva ácida e suas conseqüências. A abordagem poderá ser por
meio de um texto introdutório com algumas questões que facilitam a leitura e propiciam aos
alunos a oportunidade de discussão de aspectos relacionados aos causadores da poluição e
seus efeitos, percebendo como a Química é importante nos aspectos social, ambiental e
sócio econômico.

Objetivos
. Identificar alguns ácidos pelo conceito de Arrhenius e suas reações;
. Compreender a chuva ácida, suas conseqüências e sua evidência que estão relacionadas
no cotidiano;
. Conhecer e aplicar o conceito de pH.
Tempo previsto para a atividade
Uma aula de 50 minutos na sala de aula e duas aulas de 50 minutos na sala de informática.
Procedimentos metodológicos:
• Aula expositiva;
• Pesquisas em revistas, jornais escritos, internet; livros, etc.
• Uso do laboratório de informática.

Procedimentos avaliativos:
•pela socialização do estudante com o espaço virtual;
• contínua;
• pela participação, interesse, etc.

Francisco Ocelino...

Auciélia (turma 2) disse...

DISCIPLINA: BIOLOGIA
SEQÜÊNCIA DE ENSINO PARA OBJETO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: “NÃO ME SINTO BEM”

TEMA: AS AÇÕES HUMANAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS PARA A SAÚDE PÚBLICA.

PÚBLICO-ALVO

Alunos do 2 ano do Ensino Médio após ter estudado o grupo dos vírus, os reinos Monera e Protista.

OBJETIVOS

Compreender aspectos relevantes, tais como: etiologia, forma de transmissão, prevenção e tratamento, relacionados à AIDS, malária, dengue, cólera, leptospirose e Doença de Chagas.
Enumerar doenças parasitárias mais freqüentes na cidade enfocando etiologia, modo de transmissão, prevenção e tratamento.
Relacionar as doenças parasitárias estudadas com as condições de higiene alimentar, condições habitacionais, saneamento ambiental, atitudes individuais, coletivos e institucionais reconhecendo a importância destes para a saúde da população.
Comparar as condições da realidade local com outros municípios para buscar sugestões para melhorar a qualidade de vida da população.
Conscientizar sobre o uso de antibióticos esclarecendo sobre os problemas que o seu uso indiscriminado pode acarretar.


RECURSOS

Esquemas descritivos com ilustrações do modo de transmissão das doenças estudadas;
Folhas ofícios, cartolinas, lápis de cor, filmadora, maquina fotográfica, data-show;
Questionários;
Computadores;
Pesquisa na internet;
Objeto virtual de aprendizagem: não me sinto bem.
Gráficos.

METODOLIGIA

Aulas expositiva- dialogada abordando meios de transmissão, etiologia, prevenção e tratamento.
Visita de campo a ruas da cidade para observar em loco as condições sócio-ambiental da cidade com sessão de fotografias e filmagens.
Entrevistas com moradores e secretárias municipais responsáveis pela infra-estrutura, saneamento, saúde, meio ambiente.
Formação de grupos de alunos para elaboração de vídeos, propagandas, panfletos informativos para mobilizar a escola como um todo para discutir e informa-se sobre as doenças parasitarias mais comuns na cidade através de um evento como uma campanha publicitária para apresentar todo material produzido.
Pesquisa nos centros de saúde sobre os índices de ocorrência de doenças parasitárias e tratamento para as doenças estudadas.



AVALIAÇÃO


O objeto virtual de aprendizagem “Não me sinto bem” é um jogo interativo que aborda os meios de transmissão, etiologia e prevenção das doenças estudadas, desta forma torna-se um instrumento avaliativo. De acordo com as respostas dadas pelos alunos e o resultado final no jogo verifica-se a aprendizagem do aluno.
O conteúdo abordado no material produzido pelos alunos também será utilizado para a avaliação.

TURMA 05: Gustavo disse...

TEMA: Eletricidade
DISCIPLINA: Física
SÉRIE: 3ª Série do Ensino Médio
Assunto: Cargas Elétricas em Movimento

OBJETIVO
- Entender fenômenos elétricos do cotidiano;
- Conhecer como as cargas elétricas interagem entre si;
- Entender como se dá o processos de movimento das cargas elétricas.

NA SALA DE AULA

Através de objetos de aprendizagem que envolvem a ação e o movimento de cargas elétricas sob a influência de um campo elétrico. Tais como: Imãs, limalha de ferro e um pequeno circuito elétrico com uma lâmpada comum. A observação da interação desses objetos e seus efeitos funcionam como base para aprendizagem. Levantar situações problemas em que si verifica a ação de cargas elétricas, como o choque elétrico por exemplo.

OBSERVAÇÕES:
. q = n . e
. I = q/∆t 1A = 1C = 6,25.10 elevado a 18 elétrons.
. A ddp (U) é responsável pelos efeitos da I.

CURIOSIDADES
Choque Elétrico de:
0,001A é perceptível;
0,01A causa dor;
0,1 pode matar;

VERIFICAÇÃO DA APRENDIZAGEM:
Com o AO, as observações e curiosidades apresentadas à acima, podemos observar a interação e o interesse em querer saber mais por parte do alunado. Como também sua atenção voltada para o que estava sendo apresentado, e, ainda podemos constatar que o entendimento dos fenômenos, fenômenos esses ligados ao cotidiano, retratados no livro didático foram melhores absorvidos pelos educandos.

Carmelita disse...

DISCIPLINA: BIOLOGIA
SEQÜÊNCIA DE ENSINO PARA OBJETO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: “NÃO ME SINTO BEM”

TEMA: AS AÇÕES HUMANAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS PARA A SAÚDE PÚBLICA.

PÚBLICO-ALVO

Alunos do 2 ano do Ensino Médio após ter estudado o grupo dos vírus, os reinos Monera e Protista.

OBJETIVOS

Compreender aspectos relevantes, tais como: etiologia, forma de transmissão, prevenção e tratamento, relacionados à AIDS, malária, dengue, cólera, leptospirose e Doença de Chagas.
Enumerar doenças parasitárias mais freqüentes na cidade enfocando etiologia, modo de transmissão, prevenção e tratamento.
Relacionar as doenças parasitárias estudadas com as condições de higiene alimentar, condições habitacionais, saneamento ambiental, atitudes individuais, coletivos e institucionais reconhecendo a importância destes para a saúde da população.
Comparar as condições da realidade local com outros municípios para buscar sugestões para melhorar a qualidade de vida da população.
Conscientizar sobre o uso de antibióticos esclarecendo sobre os problemas que o seu uso indiscriminado pode acarretar.


RECURSOS

Esquemas descritivos com ilustrações do modo de transmissão das doenças estudadas;
Folhas ofícios, cartolinas, lápis de cor, filmadora, maquina fotográfica, data-show;
Questionários;
Computadores;
Pesquisa na internet;
Objeto virtual de aprendizagem: não me sinto bem.
Gráficos.

METODOLIGIA

Aulas expositiva- dialogada abordando meios de transmissão, etiologia, prevenção e tratamento.
Visita de campo a ruas da cidade para observar em loco as condições sócio-ambiental da cidade com sessão de fotografias e filmagens.
Entrevistas com moradores e secretárias municipais responsáveis pela infra-estrutura, saneamento, saúde, meio ambiente.
Formação de grupos de alunos para elaboração de vídeos, propagandas, panfletos informativos para mobilizar a escola como um todo para discutir e informa-se sobre as doenças parasitarias mais comuns na cidade através de um evento como uma campanha publicitária para apresentar todo material produzido.
Pesquisa nos centros de saúde sobre os índices de ocorrência de doenças parasitárias e tratamento para as doenças estudadas.



AVALIAÇÃO


O objeto virtual de aprendizagem “Não me sinto bem” é um jogo interativo que aborda os meios de transmissão, etiologia e prevenção das doenças estudadas, desta forma torna-se um instrumento avaliativo. De acordo com as respostas dadas pelos alunos e o resultado final no jogo verifica-se a aprendizagem do aluno.
O conteúdo abordado no material produzido pelos alunos também será utilizado para a

Ozeni disse...

DISCIPLINA: BIOLOGIA
SEQÜÊNCIA DE ENSINO PARA OBJETO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: “NÃO ME SINTO BEM”

TEMA: AS AÇÕES HUMANAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS PARA A SAÚDE PÚBLICA.

PÚBLICO-ALVO

Alunos do 2 ano do Ensino Médio após ter estudado o grupo dos vírus, os reinos Monera e Protista.

OBJETIVOS

Compreender aspectos relevantes, tais como: etiologia, forma de transmissão, prevenção e tratamento, relacionados à AIDS, malária, dengue, cólera, leptospirose e Doença de Chagas.
Enumerar doenças parasitárias mais freqüentes na cidade enfocando etiologia, modo de transmissão, prevenção e tratamento.
Relacionar as doenças parasitárias estudadas com as condições de higiene alimentar, condições habitacionais, saneamento ambiental, atitudes individuais, coletivos e institucionais reconhecendo a importância destes para a saúde da população.
Comparar as condições da realidade local com outros municípios para buscar sugestões para melhorar a qualidade de vida da população.
Conscientizar sobre o uso de antibióticos esclarecendo sobre os problemas que o seu uso indiscriminado pode acarretar.


RECURSOS

Esquemas descritivos com ilustrações do modo de transmissão das doenças estudadas;
Folhas ofícios, cartolinas, lápis de cor, filmadora, maquina fotográfica, data-show;
Questionários;
Computadores;
Pesquisa na internet;
Objeto virtual de aprendizagem: não me sinto bem.
Gráficos.

METODOLIGIA

Aulas expositiva- dialogada abordando meios de transmissão, etiologia, prevenção e tratamento.
Visita de campo a ruas da cidade para observar em loco as condições sócio-ambiental da cidade com sessão de fotografias e filmagens.
Entrevistas com moradores e secretárias municipais responsáveis pela infra-estrutura, saneamento, saúde, meio ambiente.
Formação de grupos de alunos para elaboração de vídeos, propagandas, panfletos informativos para mobilizar a escola como um todo para discutir e informa-se sobre as doenças parasitarias mais comuns na cidade através de um evento como uma campanha publicitária para apresentar todo material produzido.
Pesquisa nos centros de saúde sobre os índices de ocorrência de doenças parasitárias e tratamento para as doenças estudadas.



AVALIAÇÃO


O objeto virtual de aprendizagem “Não me sinto bem” é um jogo interativo que aborda os meios de transmissão, etiologia e prevenção das doenças estudadas, desta forma torna-se um instrumento avaliativo. De acordo com as respostas dadas pelos alunos e o resultado final no jogo verifica-se a aprendizagem do aluno.
O conteúdo abordado no material produzido pelos alunos também será utilizado para a

Erivânia, Francileide, Franco e Rejane disse...

DISCIPLINA: Matemática
TEMA: tangran
INTRODUÇÃO: Esta atividade pretende trabalhar a compreensão dos conteúdos estudados de forma lúdica, desenvolvendo o raciocínio lógico.
OBJETIVOS:
° construção do tangran;
° trabalhar a construção do raciocínio;
° conhecer medidas;
° assimilar semelhança entre figuras geométricas.
PRÉ-REQUISITOS: 5º ano.
TEMPO PREVISTO PARA ATIVIDADE: 1 h/a
MATERIAL NECESSÁRIO:
° folha de papel ofício peso 40;
° régua.

Turma 02 >>Matemática Erivânia Nóbrega, Francileide Martins, Franco Cleidson e Rejane Lúcia.

Rita de Jesus disse...

UNIDADE CURRICULAR QUÍMICA

TEMA: Reações Químicas

PÚBLICO ALVO:Aluns do 2° ano

OBJETIVO: Fazer com que os alunos percebam a natureza ácida e básica dos materiais.

RECURSOS: Alimentos (frutas), produtyos de limpeza, medicamento e vidraria do laboratório.

METODOLOGIA: Aula expositiva sobre ácido e base. Experiências utilizando produtos de limpeza, medicamentos e frutas. Relatar as descobertas durante a experiência e conhecimentos adquiridos.

ESTRATÉGIAS: Motivar os alunos para participação e interação na experiência e conseqüentemente um aprenzidado significtivo.

AVALIAÇÃO: Será processual e contínuo, considrando a evolução da experiência e as descobertas realizadas pelos alunos.

RITA DE JESUS - CARNAUBAIS/RN
E.E. ALCIDES WANDERLEY

Turma 08: Cicero disse...

PLANO DE AULA

TEMA: ÁREAS DE FIGURAS PLANAS REGULARES


PÚBLICO ALVO: 1º ANO DO ENSINO MÉDIO

OBJETIVOS

- Reconhecer as principais figuras planas;

- Calcular áreas e perímetros de figuras planas;

- Identificar situações-problema do mundo real onde esses cálculos são utilizados.

RECURSOS

- Utilização de uma fita métrica;

- Utilização de réguas.

METODOLOGIA

- Aula expositiva;

- Promover debate sobre o tema abordado;

- Explorar os conhecimentos prévios dos alunos a respeito do tema.

AVALIAÇÃO

- Participação do aluno em sala de aula;

- Resolução de exercícios propostos em sala de aula;

- Participação do desempenho por equipe.

Lazaro Gama, Turma 8 disse...

Cursista: Lázaro Gama, Turma 8
Atividade: Seqüência de Ensino
Tema: Matrizes no dia-a-dia
Assunto: Matrizes
Objetivo: Fazer com que o aluno reconheça uma matriz e perceba no dia-a-dia muitas situações requerem o uso de uma matriz. Perceber que matriz é muito importante na resolução de situações-problemas que envolvam sistemas lineares.
Tempo previsto: 4 horas-aulas
Recursos:
Livro didático.
Laboratório de informática.
Metodologia: -Na sala de aula – Aula expositiva com o assunto matriz.
-Na sala de computação – Aula utilizando pesquisas na internet para mostrar ao aluno a importância da matriz na construção de tabelas e mostrar para eles programas de computação como o Excel que representa na tela uma matriz de quadrinhos. Pesquisar problemas que envolvam sistemas lineares e resolve-los com a ajuda de uma matriz.
Avaliação: Participação dos alunos na discussão geral.
Interesse em trabalhar em grupo.
Atividade escrita proposta.

Disnelândia disse...

TEMA: Alturas Inacessíveis
CONTEÚDO: Semelhança, proporcionalidade e escala.
PUBLICO-ALVO: 2° Período, EJA Ensino Médio.
OBJETIVO:
• Comparar e estabelecer relações entre as grandezas;
• Reconhecer e ser capaz de aplicar conceitos de razão, proporção e semelhança em situações de sua realidade.
RECURSO:
• Uso de régua, compasso transferidor e computador.
MÉTODO
NA SALA DE AULA:
• Aula expositiva;
• Construção de triângulos semelhantes;
• Uso de situações-problema para mostrar que é possível descobrir alturas inacessíveis.
NA SADA DE IMFORMÁTICA:
• Apresentação do objeto de aprendizagem e orientações sobre o manuseio do objeto.
AVALIAÇÃO:
• Será analisado o interesse e o desenvolvimento do objeto de aprendizagem;
• Participação do aluno nas atividades em sala de aula.

turma 06:Meire Lucia. disse...

UNIDADE CURRICULAR: ÓPTICA

TEMA: Princípios Fundamentais

PUBLICO ALVO:: 2ª série do Ensino Médio.

OBJETIVOS:

Caracterizar luz como uma forma de energia;
Distinguir corpos luminosos de corpos iluminados.

HABILIDADES:

Desenvolver a capacidade de investigaçâo física: classificar,organizar,sistematizar.
Interpretar e utilizar os princípios fundamentais da óptica.

CONCEITOS:

Fontes de luz,feixe de luz,tipos de corpos,fenõmenos relacionados à luz.

ESTRATÉGIAS:

É proposta uma atividade em que os alunos sintam-se motivados a obter conhecimentos relacionados a fenômenos ópticos. Envolvendo a utilizaçâo de uma simulaçâo, esta atividade, tem por objetivo induzir os alunos a perceberem a existência de dois tipos de objetos: aqueles que emitem e aqueles que não emitem luz. Uma outa atividade, envolvendo a utilização do disco de Newton, com a finalidade de fazer com que os alunos percebam a decomposição da luz branca.

AVALIAÇÃO:

Contínua, considerando o desenvolvimento da prática realizada pelos alunos.

Geane Gomes disse...

SEQUÊNCIA DE ENSINO

Professor: Geane Gomes Campina
Disciplina: Matemática
Tema: Geometria, Geometria Espacial.
Sub-temas: Classificação dos Poliedros;
Público – Alvo: 1ª série do Ensino Médio

Objetivos:
Identificar semelhanças entre as figuras;
Reconhecer as características dos poliedros quanto a sua regularidade;
Classificar os tipos de poliedros, por análise e síntese das características gerais quanto a sua regularidade e nomenclatura específica.

Conceitos envolvidos:
Poliedros regulares e irregulares;
Prismas, antiprisma, pirâmide e outros poliedros.

Recursos:
Quadro e pincel; Livros; computador; objeto de Aprendizagem.

Metodologia:

Aula expositiva despertando os alunos previamente, para as figuras espaciais que estão presentes no mundo que o rodeia, particularmente nas construções.
No laboratório de Informática dividir os alunos em duplas e deixar que os alunos manipulem a atividade e procurem perceber as características e observar quantas formas geométricas diferentes existem e que algumas formas possuem semelhanças e particularidades.


Avaliação:

A avaliação será realizada através do envolvimento nas discussões, interesse e participação na pesquisa e interação com o objeto de aprendizagem.

cristiane de carvalho ferreira lima-Prof de biologia disse...

PLANO DE AULA

CURSO: CAPACITAÇÃO DOCENTE NA UTILIZAÇÃO DE SOFTWARE COMO MATERIAL DE APOIO PEDAGÓGICO
DISCIPLINA: BIOLOGIA
MÓDULO 29: HISTÓRIA DO PENSAMENTO EVOLUTIVO. EVOLUÇÃO I
SÉRIE: 3° ANO
PROFESSORA : CRISTIANE DE CARVALHO FERREIRA LIMA


Conteúdo:
• A teoria da evolução e seu desenvolvimento.
• As evidências da evolução.

Objetivo Geral:

• O aluno deverá ser capaz de: compreender as teorias sobre evolução biológica, e as teorias da origem da vida, elaborando críticas às hipóteses propostas.
• Reconhecer e caracterizar as principais evidências evolutivas.

Metodologia:

• Aula expositiva e dialogada;
• Utilização da sala de informática;
• 5 horas/aulas
• Recursos audiovisuais (transparências e filme : Vestibulando Digital.)
• Textos, jogo e debate.


Avaliação:

• O aluno será avaliado através da participação e interação na realização do debate e jogo, e na construção de um texto adotando sua postura crítica sobre a o conteúdo estudado.


Referência Bibliográfica:

• Amabis, José Mariano & Martho, Gilberto Rodrigues . Biologia das populações. 2. ed – São Paulo: Moderna, 2004.

TURMA 11 - ADAÉCIO disse...

TÍTULO DO OBJETO: Bola no telhado do vizinho

TEMA DA AULA: Rolamento e deslizamento e sua relação com a velocidade do corpo

PÚBLICO ALVO: 1 série do ensino médio

OBJETIVOS:

Perceber que no movimento de um objeto pode acontecer rotação, translação ou ambos;

Perceber a relação entre as grandezas envolvidas (raio da bola, atrito e ângulo de inclinação e velocidade do corpo);

Conhecer e produzir o instrumento mapa conceitual;

RECURSOS:

Objeto virtual de aprendizagem, e material escolar do aluno

METODOLOGIA:

Concordo com o guia do professor no tempo para a realização das atividades, que os alunos devem fazer suas próprias simulações e anotar os resultados. No entanto, discordo das sugestões de como encaminhar a aula. Discordo mais uma vez que tenha que falar previamente de conceitos para esta aula, ela deve ser uma problematização, deonde os alunos poderão tirar suas conclusões. Inclusive o guia fala de aprendizagem significativa, teoria de Ausubel, e encaminha a aula de forma contraria àquilo que tal teoria incentiva, a significação daquilo que está aprendendo. Concordo que as dúvidas deverão ser discutidas em sala na aula subseqüente.

O Aluno deverá fazer 6 simulações e registrar suas observações:

1)Com atrito e valores para raio e inclinação;

2)Sem atrito e mesmos valores de 1 para raio e inclinação;

3)Ângulo pequeno e valores para atrito e raio;

4)Ângulo grande e valores iguais a 3 para atrito e raio;

5)Raio pequeno e valores para atrito e inclinação;

6)Raio grande e valores iguais a 5 para atrito e inclinação.

Dicas de observação

Anotar observações após comparar:

- A bola desliza, roal, rola ou desenvolve ambos os movimentos? Isso se deve a que?

- Observe a influência sobre o movimento da bola quando você altera esta ou aquela grandeza.

- Anote qualquer outra idéia que surgir quando estiver manipulando o objeto.

AVALIAÇÂO

Através de um mapa conceitual produzido pelos alunos. Após conhecer o mapa conceitual presente no objeto de aprendizagem, pedir-se-á que cada aluno construa seu próprio mapa conceitual, dentro das suas possibilidades. É importante mostrar o primeiro mapa apenas como uma demonstração, do contrário os alunos ficarão muito presos e não produzirão um mapa próprio com eficiência.

Anônimo disse...

Juacylene-Turma 14.

PLANO DE AULA

Disciplina: Biologia
Tema: Reprodução Humana
Público alvo: 3º séria Ensino Médio
Tempo de Execução: 4 aulas

OBJETIVOS:

GERAL
Conhecer o sistema reprodutor humano em seua aspectos morfofisiológicos.

ESPECÍFICOS
1.Compreender que os sistemas genitais masculino e feminino são estruturas relevante para o processo de reprodução humana;
2.Distinguir os órgãos internos e externos do sistema reprodutor masculino e feminino;
3.Identificar os principais aspectos da fecundação e da formação do zigoto;
4.Aplicar os conhecimentos sobre sexualidade humana e sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) para os cuidados com a manutenção da própria saúde;
5.Discurtir e mostrar os métodos contraceptivos como ferramenta de autocuidado.

RECURSOS:

Retroprojetor; cartazes; papéis; lâminas; lápis de cor; materiais anticonceptivos etc.

METODOLOGIA:

Inicialmente será abordada uma dinâmica em grupo. A sala será dividida em quatro grupos, em que cada um será instigado a contornar o corpo de um colega numa lâmina, posposto cada grupo será orientado a desenhar os órgãos internos e externos de ambos os sexos. Por meio dessa dinâmina será possível observar o conhecimento prévio, para a partir deste, enfocar os pontos mais relevente sobre o sistema reprodutor, por maio de instrumentos autovisuais em que o aluno observa e conhece as estruturas pertencentes a cada genitália, seu nome, localização e função. Num segundo momeno será enfatizado a importância dos métodos anticonceptivos com sua exposição, explicando-os e mostrando a sua utilização. Com repasso de informações objetiva que o aluno compreenda e tenha uma boa adesão na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis/HIV/AIDS; gravidez precoce, assim como outras enfermidades que podem afetar a saúde suxual e reprodutiva.

METAS A SEREM ALCANÇADAS:

1.Que o aluno possa diferenciar e conhecer os órgãos pertencentes a cada sistema reprodutoR;
2.Que possam entender como ocorre a reprodução humana;
3.Que identifique e que reconheça a impotância dos métodos anticonceptivos como medidas de proteção contra as doenças sexualmente transmissíveis.

ESTRATÉGIA

1. Motivar a participação do aluno por meio de dispositivos concretos e visuais como a exposição dos métodos anticonceptivos e figuras exposta no retroprojetor;
2.Motivar a interação dos alunos com a confecção das lâminas, permitindo o envolvimento e a participação coletiva de todos.

AVALIAÇÃO

1.Observação do interresse dos grupo quanto a temática;
2.Realizar um passa repassa com questões relacionado ao assunto abordado;
3.Pedir que cada aluno faça um relatório sobre a aula.

Erivelton disse...

TEMA: Diferença ente o Movimento Uniforme e o Movimento Uniformemente Variado
DISCIPLINA: Física
SÉRIE: 1ª Série do Ensino Médio
Assunto: Movimento Uniforme e Movimento Uniformemente Variado

OBJETIVOS:
- Simular para o aluno, através de animações, a diferença entre o movimento uniforme e o movimento uniformemente variado;
- Evidenciar que, na natureza, ocorrem com maior freqüência movimentos variáveis.

CONTEÚDO:
- Movimento Retilíneo Uniforme (MRU);
- Movimento Retilíneo Uniformemente Variado (MRUV).

HABILIDADES:
- Capacitar o aluno a perceber que a relação d = v x t só é válida para o movimento uniforme;

- Desenvolver a habilidade de interpretar um gráfico, observando quais são as grandezas representadas nos eixos;
- Capacitar o aluno a diferenciar o Movimento Uniforme do Movimento Uniformemente Variado.

METODOLOGIA DE TRABALHO
- Aula Expositiva;
- Utilização de computadores (animações – Ratromovimento).


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

- Participação na aula expositiva;
- Trabalho em grupo.
- Proposição de teste realizado em sala.

banda jesus maria josé disse...

31 de Agosto de 2008 11:23
Turma 14 Geraldo Moises de Andrade disse...
TEMA: Matemática Financeira

PÚBLICO-ALVO 1ª Série E.Médio

OBJETIVOS:
Desenvolver conhecimento básicos de Matemática Financeira para avaliar e resolver problemas envolvendo porcentagens taxas, períodos, montantes, juros simples e compostos.

RECURSOS:
Livros Didáticos, noticias em jornais e revistas sobre o assunto, lapis, cadernos, borrachas, etc.

METODOLOGIA:
Aulas Expositivas. Simulação de uma Casa Bancária, a onde os alunos faziam seus empréstimos e aplicações em poupanças.

AVALIAÇÃO:
Participação dos alunos nas atividades, atividades individuais ou em grupos.

Maria Antonia disse...

DISCIPLINA: BIOLOGIA
OBJETO VIRTUAL DE APRENDIZAGEM: “NÃO ME SINTO BEM”

TEMA: Viroses, Bacterioses e Protozooses

PÚBLICO-ALVO: Alunos do 2º ano do Ensino Médio

OBJETIVOS

Compreender aspectos importantes, como: etiologia, transmissão, prevenção e tratamento, de doenças como à AIDS, malária, dengue, cólera, leptospirose e Doença de Chagas entre outras.
Comparar e estabelecer relações entre as doenças estudadas e as condições de higiene, alimentação, habitação, saneamento básico, atitudes individuais, coletivos e institucionais, sendo capaz de estabelecer critérios sobre a importância destes para a saúde da população.

RECURSOS

Textos descritivos e ilustrativos com os modos de transmissão das doenças estudadas;
Panfletes com orientações sobre transmissão, prevenção e tratamento das doenças.
Pincel e lousa;
Computador;
Pesquisa na internet;
Objeto virtual de aprendizagem: “não me sinto bem”.

METODOLIGIA

Aulas expositiva- dialogada abordando modos de transmissão, etiologia, prevenção e tratamento.
Em seguida utiliza-se o objeto virtual de aprendizagem “Não me sinto bem” que é um jogo interativo que aborda as formas de transmissão, etiologia e prevenção das doenças estudadas. Este serve de subsídio para facilitar a compreensão do aluno.

AVALIAÇÃO

Avaliação contínua: será analisado o interesse e a participação do aluno durante a aula expositiva bem como a utilização do objeto virtual.

HERMES AIRES DE CARVALHO disse...

- TEMA: Estudo dos Movimentos dos corpos, especificamente movimento uniforme.

- PÚBLICO ALVO: 1º Ano – Curso: Secretariado

-OBJETIVOS:

•Identificar e reconhecer o que é movimento uniforme realizado pelo um corpo;
•Analisar o objeto de aprendizagem com relação ao tema, fazendo uso do computador através da internet no Laboratório de Informática;
•Sistematizar através do objeto de aprendizagem o conhecimento adquirido a partir das observações e discussões realizadas sobre as demonstrações do movimento uniforme.

- RECURSOS:

•Uso do Laboratório de Informática, tendo como ferramenta de trabalho o computador e como fonte de pesquisa a internet.
•Régua, papel milimetrado, canetas;

- METODOLOGIA:

•A pesquisa será realizada no computador utilizando a internet com a abertura de sites relacionado ao assunto – Movimento Uniforme;
•Discussão do Objeto de Aprendizagem visto no computador;
•Apresentação de situações problemas do cotidiano com relação ao tema;
•As anotações de pontos relevantes serão registradas em cadernos comuns para melhor aquisição de conhecimentos;

- AVALIAÇÃO:

•Será avaliado pela participação, interesse e desempenho dos alunos no decorrer das atividades propostas;
•Resolução dos problemas propostos.

LUIZ LOPES disse...

- TEMA: Laboratório de Informática como ambiente de aprendizagem e apoio pedagógico

- PÚBLICO ALVO: 1º Ano – Secretariado

-OBJETIVOS:

•Oferecer mecanismos de aprendizagem em informática e utilização do uso da internet como fonte de pesquisa e conhecimento;
•Integrar alunos e professores às novas tecnologias;
•Proporcionar um momento para a exploração da ferramenta computador, como uma alternativa de aprendizagem.

- RECURSOS:

.Uso do Laboratório de Informática, tendo como ferramenta de trabalho o computador e como fonte de pesquisa a internet.

- METODOLOGIA:

•Os alunos iniciam a pesquisa no Laboratório de Informática acessando a internet. O professor divide a turma de 42 alunos entre os 15 computadores do Laboratório de Informática, de modo que, cada computador comporte 3 alunos. Em seguida, é dado um tempo de 100 minutos para o cumprimento da tarefa;
•A pesquisa será anotada numa folha de papel com as informações necessárias ou o que achar conveniente para o relatório que deverá ser entregue no final da atividade valendo como instrumento de avaliação.

- AVALIAÇÃO:

•A avaliação será feita pelo professor através da observação do desempenho do aluno quanto a sua participação e interesse na realização da pesquisa;
•Análise do relatório pesquisado.

Flávia: Turma 14 disse...

Disciplina:Biologia

TEMA: Microscopia e Microbiologia
PÚBLICO-ALVO: Alunos do 1° e 2° ano do Ensino Médio

OBJETIVOS
*Compreender aspectos importantes, como: uso do microscópio, o tamanho preciso de alguns microorganismos e o tipo de microscópio específico à sua visualização.
*Revisar as características gerais de fungos, bactérias, vírus e protistas
*Associar o agente causador com a sua respectiva doença.

RECURSOS
*Esquema com as partes do microscópio em livro didático
*Pincel e lousa;
*Computador;
*Pesquisa na internet;
Objeto virtual de aprendizagem: “Quão grande é?”.

METODOLIGIA
Aulas expositiva- dialogada abordando partes do microscópio, características de microorganismos com possíveis doenças que ele pode causar, além de compreender o tamanho preciso de alguns microorganismos e o tipo específico de microscópio utilizado.
Em seguida utiliza-se o objeto virtual de aprendizagem “Quão grande é? ” que é um jogo interativo jogado em dupla que aborda o tamanho de alguns microorganismos além de indicar possíveis doenças causadas por eles, ganha quem acertar mais o tipo de microscópio específico ao tamanho do microorganismo.Este serve de subsídio para facilitar a compreensão do aluno.

AVALIAÇÃO
Avaliação contínua: será analisado o interesse e a participação do aluno durante a aula expositiva bem como a utilização do objeto virtual.

ney alecxandro - turma 14 disse...

UNIDADE CURRICULAR FÍSICA

TEMA: Expansão Térmica dos Sólidos

PÚBLICO ALVO: 2° Ano Ensino Médio

OBJETIVO: Observar os fenômenos referentes a dilatação e contração dos sólidos; compreender a relação direta entre dilatação ( e contração ) e variação de temperatura; calcular a expansão( e contração ) de sólidos com a variação da temperatura; verificar diferentes coeficientes de dilatação térmica.

RECURSOS: Apostila, esfera de cobre, arco de ferro, invólucro de cigarros, bico de bunsen.

METODOLOGIA: aula expositiva; demonstração dos efeitos da dilatação utilizando o arco de ferro e a esfera de cobre; verificação de diferentes coeficientes de dilatação com o invólucro de cigarros.

AVALIAÇÃO: Contínua, levando em consideração o interesse, a desenvoltura e a participação do aluno; resolução de exercícios de aprendizagem.

Madalena,Mª José,Ozenir,Carmelita,Pessoa Neto disse...

TEMA: PROPOSTA CURRICULAR INTERDISCIPLINAR DE QUÍMICA, FÍSICA E BIOLOGIA

PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

OBJETIVO GERAL: Trabalhar em nosso alunado o gosto pela pesquisa de campo, científico, oferecendo fundamentação básica e levando o aluno a compreender e desenvolver analisar, identificando as concepções da Química, da Física e da Biologia nos temas a serem e estudados, resultando assim em produções textuais!

OBJETIVO ESPECIFICA:
-Definir a Química, a Física e a Biologia como ciência importante para o desenvolvimento tecnológico e humano;
-Proporcionar aos alunos as condições Químicas, Físicas e Biológicas, da natureza;
-Identificar os processos químicos Biológicos no seu dia-a-dia;
-Reconhecer a Física como fenômenos radioativos a partir das interações existente no meio ambiente;
-Estimular a criatividade dos alunos, em relação ao objeto de estudo.

JUSTIFICATIVA: As ciências nortear eixos de respostas as necessidades concretas sociais, surgindo e dividindo novas temáticas de compreender, explicar o que acontece no presente e prever o futuro. Portanto a ciência tem a sua incubência de definir os seus objetos de aprendizagem e seus espaços contextuais físicos e sociais. Até porque a Química, a física e a Biologia são relativas e importantes na natureza, pois participa do desenvolvimento científico tecnológico com contribuições específicas cujas decorrências têm alcance econômico social e político.
Partindo desse pressuposto se faz necessário que o nosso aluno do Ensino Médio mude a sua visão que tradicionalmente vem se dando sob a forma de memorização simbólica, formulas e nomes de substâncias, passam ao desenvolvimento de competências e habilidades no estudo da Química, da física e da Biologia para serem aplicados em cotidiano, de forma que não altere o equilíbrio do meio ambiente. A Química deve ser entendida como uma disciplina interligada, a Física e a Biologia, isto é,interdisciplinaridade,com constante mudança e transformações.

CONTEÚDO TRABALHADO: O objeto de ensino que envolve a área de ciências da natureza, mais especificamente as disciplinas de Química, Biologia e Física, serão desenvolvidas com alunos do Ensino Médio. Dai os conteúdos curriculares serão trabalhados dentro de uma temática dos seguintes tópicos: calcários e grutas calcárias ,lixo urbano(reciclagem de materiais)...solo,energia nuclear e impacto ambiental.Será desenvolvido ações dentro do eixo norteador do qual envolverá pessoas da comunidade, escola e instituição responsáveis pelo uso dos elementos da natureza os resíduos produzidos em decorrência de tal uso, e as conseqüências e os impactos causados ao meio ambiente.
Sabemos que este trabalho objetivara a culminância do ensino e da aprendizagem; é de qualidade conceitual, considerando assim seus procedimentos e também as atitudinais.O eixo norteador está centrado na superação da visão que se tem sobre o estudo feito da Química,E SUAS RELAÇÕES DIRETA COM O COTIDIANO DAS PESSOAS,ENSERIDA EM UMA AQUSIÇÃO FÍSICABIOLOGICA. Implicando no uso e na transformação de elementos químicos e sua contribuição na qualidade de vida dos seres viventes.
Portanto nesta aquisição, utilizamos meios diversos que garante a construção, de conhecimentos numa concepção sócia – interacionista, o projeto contribuirá para a formação dos alunos produtores textuais, criativos e consciente, que tem como base de estudo a realidade concreta e os fundamentos teóricos, formando assim competentes e habilidades, dentro do processo químico e suas reações nas ações que venham a desencadear um contexto onde isso tudo esta inserida em uma pluralidade transversal e cultural.
METODOLOGIA: A metodologia do processo seria de forma interativa,(escola x comunidade),como a aplicação de atividades teóricas x práticas para a aquisição do produto de conhecimento que seriam aplicado, os seguintes procedimentos: aulas de campo(para os estudos teóricos e práticos,visitas);
-Análise de texto;
-Projeção de vídeo (filmagem maquina fotográfica..., fotos);
-Pesquisa bibliotecária, (de bibliografias);
-Informações pessoais (entrevistas);
-Experiências;
-Relatórios;
-Produção de texto;
-Exposição (reciclagem do lixo...solo,energia...);
-Uma feira de ciências.

HABILIDADE:Teve ações significativas dentro do próprio grupo de estudo.Os mesmos puderam lidar com a prática da pesquisa de campo,realizando entrevista com os responsáveis(os técnicos), pelo tratamento do lixo da comunidade,qual o seu destino(lixo domestico hospitalar..), as industrias,e os cuidado com o meio ambiente de um modo geral.Pois o enceramento do projeto teve a culminância com uma proposta curricular interagida as competências interdisciplinar.

AVALIAÇÃO: Os conteúdos dirigidos foram avaliados, quantitativos, valendo (uma pontuação) e qualitativos com a aplicação de instrumentos de verificação de aprendizagem individual e coletiva. Os objetos de estudos foram avaliados através de uma apresentação dos conteúdos pelos os alunos do Ensino Médio.

Anônimo disse...

TEMA: PROPOSTA CURRICULAR INTERDISCIPLINAR DE QUÍMICA, FÍSICA E BIOLOGIA

PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

OBJETIVO GERAL: Trabalhar em nosso alunado o gosto pela pesquisa de campo, científico, oferecendo fundamentação básica e levando o aluno a compreender e desenvolver analisar, identificando as concepções da Química, da Física e da Biologia nos temas a serem e estudados, resultando assim em produções textuais!

OBJETIVO ESPECIFICA:
-Definir a Química, a Física e a Biologia como ciência importante para o desenvolvimento tecnológico e humano;
-Proporcionar aos alunos as condições Químicas, Físicas e Biológicas, da natureza;
-Identificar os processos químicos Biológicos no seu dia-a-dia;
-Reconhecer a Física como fenômenos radioativos a partir das interações existente no meio ambiente;
-Estimular a criatividade dos alunos, em relação ao objeto de estudo.

JUSTIFICATIVA: As ciências nortear eixos de respostas as necessidades concretas sociais, surgindo e dividindo novas temáticas de compreender, explicar o que acontece no presente e prever o futuro. Portanto a ciência tem a sua incubência de definir os seus objetos de aprendizagem e seus espaços contextuais físicos e sociais. Até porque a Química, a física e a Biologia são relativas e importantes na natureza, pois participa do desenvolvimento científico tecnológico com contribuições específicas cujas decorrências têm alcance econômico social e político.
Partindo desse pressuposto se faz necessário que o nosso aluno do Ensino Médio mude a sua visão que tradicionalmente vem se dando sob a forma de memorização simbólica, formulas e nomes de substâncias, passam ao desenvolvimento de competências e habilidades no estudo da Química, da física e da Biologia para serem aplicados em cotidiano, de forma que não altere o equilíbrio do meio ambiente. A Química deve ser entendida como uma disciplina interligada, a Física e a Biologia, isto é,interdisciplinaridade,com constante mudança e transformações.

CONTEÚDO TRABALHADO: O objeto de ensino que envolve a área de ciências da natureza, mais especificamente as disciplinas de Química, Biologia e Física, serão desenvolvidas com alunos do Ensino Médio. Dai os conteúdos curriculares serão trabalhados dentro de uma temática dos seguintes tópicos: calcários e grutas calcárias ,lixo urbano(reciclagem de materiais)...solo,energia nuclear e impacto ambiental.Será desenvolvido ações dentro do eixo norteador do qual envolverá pessoas da comunidade, escola e instituição responsáveis pelo uso dos elementos da natureza os resíduos produzidos em decorrência de tal uso, e as conseqüências e os impactos causados ao meio ambiente.
Sabemos que este trabalho objetivara a culminância do ensino e da aprendizagem; é de qualidade conceitual, considerando assim seus procedimentos e também as atitudinais.O eixo norteador está centrado na superação da visão que se tem sobre o estudo feito da Química,E SUAS RELAÇÕES DIRETA COM O COTIDIANO DAS PESSOAS,ENSERIDA EM UMA AQUSIÇÃO FÍSICABIOLOGICA. Implicando no uso e na transformação de elementos químicos e sua contribuição na qualidade de vida dos seres viventes.
Portanto nesta aquisição, utilizamos meios diversos que garante a construção, de conhecimentos numa concepção sócia – interacionista, o projeto contribuirá para a formação dos alunos produtores textuais, criativos e consciente, que tem como base de estudo a realidade concreta e os fundamentos teóricos, formando assim competentes e habilidades, dentro do processo químico e suas reações nas ações que venham a desencadear um contexto onde isso tudo esta inserida em uma pluralidade transversal e cultural.
METODOLOGIA: A metodologia do processo seria de forma interativa,(escola x comunidade),como a aplicação de atividades teóricas x práticas para a aquisição do produto de conhecimento que seriam aplicado, os seguintes procedimentos: aulas de campo(para os estudos teóricos e práticos,visitas);
-Análise de texto;
-Projeção de vídeo (filmagem maquina fotográfica..., fotos);
-Pesquisa bibliotecária, (de bibliografias);
-Informações pessoais (entrevistas);
-Experiências;
-Relatórios;
-Produção de texto;
-Exposição (reciclagem do lixo...solo,energia...);
-Uma feira de ciências.

HABILIDADE:Teve ações significativas dentro do próprio grupo de estudo.Os mesmos puderam lidar com a prática da pesquisa de campo,realizando entrevista com os responsáveis(os técnicos), pelo tratamento do lixo da comunidade,qual o seu destino(lixo domestico hospitalar..), as industrias,e os cuidado com o meio ambiente de um modo geral.Pois o enceramento do projeto teve a culminância com uma proposta curricular interagida as competências interdisciplinar.

AVALIAÇÃO: Os conteúdos dirigidos foram avaliados, quantitativos, valendo (uma pontuação) e qualitativos com a aplicação de instrumentos de verificação de aprendizagem individual e coletiva. Os objetos de estudos foram avaliados através de uma apresentação dos conteúdos pelos os alunos do Ensino Médio.

4 de Setembro de 2008 23:14

Rita de Jesus e José Luiz disse...

TEMA: PROPOSTA CURRICULAR INTERDISCIPLINAR DE QUÍMICA, FÍSICA E BIOLOGIA

PÚBLICO ALVO: ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

OBJETIVO GERAL: Trabalhar em nosso alunado o gosto pela pesquisa de campo, científico, oferecendo fundamentação básica e levando o aluno a compreender e desenvolver analisar, identificando as concepções da Química, da Física e da Biologia nos temas a serem e estudados, resultando assim em produções textuais!

OBJETIVO ESPECIFICA:
-Definir a Química, a Física e a Biologia como ciência importante para o desenvolvimento tecnológico e humano;
-Proporcionar aos alunos as condições Químicas, Físicas e Biológicas, da natureza;
-Identificar os processos químicos Biológicos no seu dia-a-dia;
-Reconhecer a Física como fenômenos radioativos a partir das interações existente no meio ambiente;
-Estimular a criatividade dos alunos, em relação ao objeto de estudo.

JUSTIFICATIVA: As ciências nortear eixos de respostas as necessidades concretas sociais, surgindo e dividindo novas temáticas de compreender, explicar o que acontece no presente e prever o futuro. Portanto a ciência tem a sua incubência de definir os seus objetos de aprendizagem e seus espaços contextuais físicos e sociais. Até porque a Química, a física e a Biologia são relativas e importantes na natureza, pois participa do desenvolvimento científico tecnológico com contribuições específicas cujas decorrências têm alcance econômico social e político.
Partindo desse pressuposto se faz necessário que o nosso aluno do Ensino Médio mude a sua visão que tradicionalmente vem se dando sob a forma de memorização simbólica, formulas e nomes de substâncias, passam ao desenvolvimento de competências e habilidades no estudo da Química, da física e da Biologia para serem aplicados em cotidiano, de forma que não altere o equilíbrio do meio ambiente. A Química deve ser entendida como uma disciplina interligada, a Física e a Biologia, isto é,interdisciplinaridade,com constante mudança e transformações.

CONTEÚDO TRABALHADO: O objeto de ensino que envolve a área de ciências da natureza, mais especificamente as disciplinas de Química, Biologia e Física, serão desenvolvidas com alunos do Ensino Médio. Dai os conteúdos curriculares serão trabalhados dentro de uma temática dos seguintes tópicos: calcários e grutas calcárias ,lixo urbano(reciclagem de materiais)...solo,energia nuclear e impacto ambiental.Será desenvolvido ações dentro do eixo norteador do qual envolverá pessoas da comunidade, escola e instituição responsáveis pelo uso dos elementos da natureza os resíduos produzidos em decorrência de tal uso, e as conseqüências e os impactos causados ao meio ambiente.
Sabemos que este trabalho objetivara a culminância do ensino e da aprendizagem; é de qualidade conceitual, considerando assim seus procedimentos e também as atitudinais.O eixo norteador está centrado na superação da visão que se tem sobre o estudo feito da Química,E SUAS RELAÇÕES DIRETA COM O COTIDIANO DAS PESSOAS,ENSERIDA EM UMA AQUSIÇÃO FÍSICABIOLOGICA. Implicando no uso e na transformação de elementos químicos e sua contribuição na qualidade de vida dos seres viventes.
Portanto nesta aquisição, utilizamos meios diversos que garante a construção, de conhecimentos numa concepção sócia – interacionista, o projeto contribuirá para a formação dos alunos produtores textuais, criativos e consciente, que tem como base de estudo a realidade concreta e os fundamentos teóricos, formando assim competentes e habilidades, dentro do processo químico e suas reações nas ações que venham a desencadear um contexto onde isso tudo esta inserida em uma pluralidade transversal e cultural.
METODOLOGIA: A metodologia do processo seria de forma interativa,(escola x comunidade),como a aplicação de atividades teóricas x práticas para a aquisição do produto de conhecimento que seriam aplicado, os seguintes procedimentos: aulas de campo(para os estudos teóricos e práticos,visitas);
-Análise de texto;
-Projeção de vídeo (filmagem maquina fotográfica..., fotos);
-Pesquisa bibliotecária, (de bibliografias);
-Informações pessoais (entrevistas);
-Experiências;
-Relatórios;
-Produção de texto;
-Exposição (reciclagem do lixo...solo,energia...);
-Uma feira de ciências.

HABILIDADE:Teve ações significativas dentro do próprio grupo de estudo.Os mesmos puderam lidar com a prática da pesquisa de campo,realizando entrevista com os responsáveis(os técnicos), pelo tratamento do lixo da comunidade,qual o seu destino(lixo domestico hospitalar..), as industrias,e os cuidado com o meio ambiente de um modo geral.Pois o enceramento do projeto teve a culminância com uma proposta curricular interagida as competências interdisciplinar.

AVALIAÇÃO: Os conteúdos dirigidos foram avaliados, quantitativos, valendo (uma pontuação) e qualitativos com a aplicação de instrumentos de verificação de aprendizagem individual e coletiva. Os objetos de estudos foram avaliados através de uma apresentação dos conteúdos pelos os alunos do Ensino Médio.

4 de Setembro de 2008 23:14

Anônimo disse...

Turma 14:Francileide,kaio,Lamarck,Wendell,Lúcia Cesário,Geraldo Moisés e Maria da Conceição.
CONTEÚDO: O Estudo das Funções
OBJETIVOS:Contextualização da história da matemática;Deapertar o caráter de observação;Criar estretégia na resolução de problemas uma vez que exige transportar a torre para qualquer outro pino.
NÚMERO DE AULAS:2 aulas
DESENVOLVIMENTO METODOLÓLICO:*Expor um pouco da história sobre a TORRE de HANÓI;*Confeccionar o material com folhas de ofício e EVA;*Explicar as regras do jogo;*Transferir os disco que devem der inicialmente empilhados em um dos pinos,em ordem decrescente de tamanho,para qualquer um dos pinos livres no menor número de movimentos possíveis.A disposição dos discos deve ser igual à do início do jogo;*Dividir os alunos em grupos para se interagirem e tentarem descobrir qual a relação entre o número mínimo de movimentos necessários para realizar a tarefa e o número de disco.